Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Hoje o dia esteve nublado e com um frio de gelar o corpo todo. E eu com um humor instável, o que provoca um mau humor se alguma coisa corre mal. Normalmente fico de mau humor quando não durmo muito e geralmente quem conversa comigo nesse momento acaba por ficar também com mau humor. Então uma pessoa muito querida minha e que leva sempre com o meu mau humor e muito me atura, mostrou-me um artigo sobre a má disposição e achei interessante e por isso vou partilhar convosco. O artigo concentra-se a explicar cinco dicas para ultrapassar o mau humor. Somos um ser que concentramos muita energia a tentar fazer as coisas correrem como nós queremos, mas quando isso não acontece o nosso humor muda para o pior e também quando temos apenas dias maus que não nos deixam outra opção sem ser ficar com má disposição.

Por isso cá vai as cinco dicas do artigo:

  • Isolar: Talvez seja estranho dizer para alguém se isolar, mas vejamos: uma pessoa frustrada e maldisposta facilmente consegue contagiar o próximo, mesmo sem querer. Quando por vezes diz ou faz o que não quer, e afasta aqueles que mais gosta, apercebe-se que faz asneira podendo já ser tarde demais. Por isso mesmo, é bom um pequeno momento a sós, ao pé de um rio por exemplo, de preferência ao ar livre. Isto porque apesar de estarmos um pouco isolados das pessoas, podemos sentir-nos livres lá fora, e essa liberdade que a natureza transmite, faz-nos reflectir e voltar a reencontrar o nosso lado feliz.
  • Desabafar / conversar: Temos sempre aquele amigo, aquela pessoa companheira disposta para nos ouvir, fazer perguntas. Podemos partilhar as nossas preocupações com quem temos confiança, ou mesmo com quem temos problemas. Sabermos conversar e esclarecer aquilo que nos atormenta é um enorme passo para descarregar o monte de pedras que sobrecarregam a nossa mente. Além disso, além de saber falar, há que saber ouvir. Se estamos a conversar com uma pessoa verdadeiramente amiga, ela saberá não só concordar e confortar, como também criticar e provocar mudanças benéficas para nós e os envolvidos. Se esclarecemos problemas com a pessoa em causa, então ambos devem saber ouvir, e tentar perceber o que aconteceu de errado para haver tanto peso e distância entre os dois.
  • Rir e chorar: Talvez esta dica seja uma antítese, mas ambas as acções fazem bem para libertar cargas negativas. Quando nos apoderamos de angústia, acreditem que chorar é muito bom! É como se derramássemos todos os resíduos de mágoa presentes no coração, e é impossível não chorar quando o sentimos apertado e dorido. Há-de chegar aquele momento em que os olhos secam. Daí sabermos procurar piadas, vídeos cómicos, recordar momentos hilariantes ou simplesmente procurar tê-los com quem gostamos. Rir até chorar, rir até cair, fazer exercício com o riso é tornar o coração menos sedentário. Não deixe de ler o nosso artigo sobre o poder do sorriso.
  • Os melhores hobbies: Pôr em prática aquilo que adoramos fazer, aquilo que sabemos ter o dom e o jeito, como escrever, desenhar, cantar, correr, fazer ginástica etc…No entanto pode resumir-se apenas a ouvir as músicas preferidas ou séries de TV interessantes. Eu, de tudo e por experiência própria, recomendo exercício físico, nomeadamente a natação. Não é ironia, refresca mesmo as ideias!
  • Dar e receber: Esta dica é mesmo quando a carga positiva já não anula a negativa, mas sim, se sobrepõe. Dar e receber carinho é uma forma essencial de nos sentirmos confortáveis e felizes. Ver o sorriso e o coração quente das pessoas que mais amamos, tal como perdoar ou arrepender, é um bom passo para recebermos o que damos de bom, e ter um final feliz após guerra e retaliação. Nesta dica é proibido ser egoísta, pois na felicidade também o é.
Espero que apreciem e boa noite :P

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes